quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Contos Eróticos - Meu Padrasto me Fudeu

 Contos Eróticos - Meu Padrasto me Fudeu

Meu nome é Julia amêndoas  há um tempo  eu morava com minha mãe e meu padrasto  ele tinha 38 anos era um homem muito lindo corpo escultural de dar inveja a muito menino novo eu e ele sempre nos dávamos muito bem agente tinha um papo muito aberto e então ele começou a conversar comigo sobre sexo coisas assim eu tinha muita vontade de foder pois era virgem ja era de noite estava tarde então ele foi tomar banho e eu fui para meu quarto e meu quarto era de frente ao banheiro ele deixou a porta aberta e eu encostei a porta do meu quarto e fiquei olhando ele pelas frestas da porta ele estava se masturbando naquela hora me deu um tesão total o pau dele era imenso tinha uns 21 ou 22 cm eu estava super. Excitada já minha bucetinha estava toda molhada eu não me aguentei e comecei a tocar uma siricica muito forte até conseguir gozar sozinha nunca tinha imaginado sentir tesão pelo meu padrasto ... no outro dia era sábado e eu tinha uma festa pra ir ia ter muitas amigas minhas então eu fui me arrumar coloquei uma blusa bem decotada pois eu tenho seios de dar inveja a qualquer uma e uma ultra mini saia e quando eu estava saindo ele olhou para mim de cima em baixo e disse \'\' nossa como você ta linda\'\'eu respondi obrigado vc também é muito bonito e nem precisa se arrumar muito rsrs e fui para a festa fiquei com uns 5 garotos mais sempre pensando naquele padrasto delicioso aquele pau forçando a minha xotinha quando voltei para casa ele estava acordado assistindo TV enquanto minha mãe já havia ido dormir e eu fui puxar assunto com ele falar de como tinha sido a festa até que eu disse que tinha visto ele se masturbando no banheiro e ele ficou todo sem jeito quase roxo da vergonha eu respondi não fica assim eu adorei ver aquele colosso de fora confesso que tenho uma queda por você nisso eu coloquei a mão por cima do shorts dele o pau dele ia estourar a calça tirei ele pra fora e cai de boca naquela pica deliciosa eu adorava sugar aquele pau ele disse ergueu minha blusa e começou a sugar meus peitos que delicia então deitei no sofá e tirei minha mini saia ele dizia vou te comer sua putinha deliciosa e eu adorava ele colocou aquele pau na entrada da minha xotinha e começou a bombar eu quase chorava de dor mais não estava nem ai ter aquela delicia toda dentro de mim era uma maravilha então ele começou a dar sinais de que iria gozar eu tirei pra fora e cai de boca novamente ele jorrou um mar de porra na minha boca e eu tomei aquele leite todo que delicia e foi assim que nossa relação de padrasto e enteada passou para amantes

14 comentários:

  1. Muito bom Ju.. nossa seus contos são demais, continue brindando a gente. Beijos..

    ResponderExcluir
  2. Adores também sou amante do meu padrasto todos os dias eu e ele fazemos amor e quando não faço fico doida, tenho marido mas adoro fazer amor com ele todos os dias adorei seu conto e o que e bom tem que ser feito

    ResponderExcluir
  3. Muito sedutor o seu conto,queria ouvir um relato de você se exibindo para um padre.

    ResponderExcluir
  4. Nossa gozei sem me masturbar lendo esse conto... Uma historia deliciosa.

    ResponderExcluir
  5. Assim que eu queria que minha entia fosse



    ResponderExcluir
  6. Vc é uma puta msm que delicia ate bati uma pra vc

    ResponderExcluir
  7. Gostei do seu conto você deve ter um bucetinha linda.

    ResponderExcluir
  8. Sou amante do meu padrasto ele me come todo dia estou gravida dele

    ResponderExcluir
  9. Oi tbem dou pro meu padrasto. E achei sua historia muito interesanti ..sua puta do meu padrasto a uns meses e confesso e maravilhosoo ser putinha dele ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sonho é ser a putinha do meu padrasto mas ele é evangélico e case não repara !

      Excluir
  10. Fiquei molhadinha so de ler...

    ResponderExcluir
  11. Adorei,qria mesmo é minha sogra..

    ResponderExcluir
  12. Muito sedutor o seu conto,queria ouvir um relato de você se exibindo para um padre.


    ResponderExcluir
  13. Belo conto pena que não tenho padrasto

    ResponderExcluir