quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Contos Eróticos - Encoxada no Metrô



Contos Eróticos - Encoxada no Metrô

 

Olá eu sou Julia Amêndoas e o conto de hoje é muito recente acontece muitas vezes comigo, as encoxadas no metro, eu sempre tive carro nunca precisei usar o transporte publico, mas confesso que adoro pegar um metro ou ônibus lotado só pra ser encoxada por um desconhecido, geralmente quando faço isso ponho um vestidinho bem curtinho e vou sem calcinha de preferencia, Um dia em plena segunda feira eu resolvi  ir de metro para a casa de uma amiga, coloquei um vestidinho branco meio transparente que deixam os bicos dos seios a mostra e sem calcinha, como estava meio calor minha buceta ficava meio suadinha  e precisava pegar um ar gostoso, então quando entrei naquele metro lotado com muitos machos de todos os tipos uns mais sociais outros mais despojados eu vazia questão de ficar bem não meio deles, nesse dia havia um cara com roupa social atrás de mim e como estava super,lotado ele ficava bem pertinho eu conseguia sentir o volume da rola dele roçando na minha bunda e aquele cheiro de perfume barato, me senti uma puta naquele momento, eu empinava mais meu rabinho e fazia cara de santa para que ninguém percebesse , em certo momento fui bem descarada cocei minha bucetinha por trás com o dedo indicador e logo esse cara percebeu que eu estava sem calcinha, então ele começou se aproveitar mais ainda passava o dedo bem de leve sem que ninguém percebesse , ele começou brincar bem gostoso com a minha xota, eu estava bem louca de tesao aquela mistura de calor e tesao, então logo um cara vestido mais despojado esportista percebeu o que estava acontecendo e resolveu brincar também com minha xoxota dedando bem gostoso, eu estava adorando aquela sensação de me sentir uma putinha usada pelos machos do metro, de tanto levar dedada na buceta e cutuques na bordinha do cu  , eu gozei bem gostoso, minha buceta estava toda lambuzada de suor e melzinho, e eu bem safada sai do metro com os biquinhos dos seios durinhos e fui para a casa da minha amiga normalmente. No caminho de volta peguei o metro novamente, porque adoro uma bela encoxada no metro isso me deixa louca de tesão.


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Contos Eróticos - Dupla Penetração



Contos Eróticos - Dupla Penetração

 

Oiii sua putinha chegou pra te contar mais uma historia, eu sou julia amêndoas e o conto de hoje é sobre uma dupla penetração que fizeram em mim

Foi numa noite especial pra mim e pro meu namorado  dois pois estavamos comemorando 2 anos de namoro . Tínhamos programado uma noite deliciosa, porém ocorreram alguns problemas que me deixou chateada no dia, e para que eu me animasse, ele chamou esse "amigo" dele para nos filmar fazendo sexo, confesso que quando ele me disse isso eu realmente fiquei com a calcinha molhada de tesão, eu estava bebendo vinho á algumas horas, então quando o amigo dele chegou eu estava meio "alta".

Meu namorado fez uma piadinha para descontrairmos e logo me agarrou, eu vestia uma camisola vermelha, muito sexy, semi  transparente, curta, rendada na area dos seios, percebi que o amigo dele gostou dessa camisola... Enquanto ele preparava o celular para filmar meu namorado me beijava freneticamente, onde pude sentir o tamanho do seu pau encostando em mim... Esses beijos mais a bebida me deixou encharcada de tesão. Me abaixei e fui chupando o pau dele , que estava com a cabecinha linda e inchada com cheiro de rola , eu misturava lambidas com chupadas e mordidas leves em seu pau, depois de um certo tempo mamando naquela pica deliciosa, ele me puxou e me fez sentar no seu pau, eu subia e abaixava em movimentos contínuos e rápidos, as vezes fazia uma graça tirando, dando uma rebolada e recolocando dentro. Nisso seu amigo nos filmava sem tirar os olhos da tela do celular. Mudamos de posição e fomos mais para perto de onde estava esse amigo do meu namorado, de quatro ele socava o mastro até o fundo da minha xaninha, isso me enlouquecia, e acabei gozando no pau dele, depois de um tempo ele cochichou no meu ouvido, "se quiser, pode ir pegar o que você tanto quer", num ato de coragem retirei o celular da mão do amigo dele, ele relutou mas logo quando coloquei a mão por entre suas calças achei o pinto dele, já estava duro de tesão, comecei a chupa ló com vontade em quanto meu namorado continuava metendo na minha buceta, latejava de tanto tesão que aquele momento estava me proporcionando, pela primeira vez eu tinha uma outra pica sem ser a do meu namorado. O "amigo" se deitou no sofá e eu sentei logo em cima, enquanto eu cavalgava e rebolava ele também se mexia em baixo de mim, fazendo com que eu gozasse denovo, meu namorado  vendo essa cena, não perdeu tempo e preparou o meu cuzinho para que eu o recebesse também, ao poucos enquanto a pica do "amigo" estava na minha buceta, ele colocava sua pica no meu rabinho, quanto mais fundo ele entrava, mais prazer eu sentia, até que em movimentos quase rítmicos, ambos entravam e saiam, meu tesão e o prazer que eu sentia era tão grande que logo gozei, eles sentindo que gozei, gozaram intensamente também.

Apesar de tonta com a bebida, senti uma vergonha tremenda em relação ao amigo dele, que depois de transa se despediu e foi embora