terça-feira, 15 de abril de 2014

Contos Eróticos - Meu cunhado apaixonado por Pés



Contos Eróticos - Meu cunhado apaixonado por Pés 


Oii meus amores virtuais, acabei de acordar,mas ainda to com aquele soninho bem gostoso, sabe aqueles dias que você acorda e fica um tempo a mais na cama pensando na vida relembrando momentos, aconteceu comigo hoje  e vou contar pra você o que eu lembrei

Esse conto aconteceu quando eu tinha 19 anos , sempre fui uma garota vaidosa que gosta de estar cheirosinha, e gostosinha,  e descobri nessa época que alguns homens reparavam muito nos meus pezinhos,  inclusive  meu cunhado, que tinha  uns 34 anos, ele sempre passava um tempo  lá em casa, e acontecia sempre de ficarmos sozinhos.

Eu percebia que ele sentia muita atração por mim, e já havia pegado ele cheirando minha calcinha e tocando uma punheta no banheiro, ele ficou meio sem graça , porem após esse dia toda vez que eu tirava minha calcinha  eu esfregava ela bem na minha xaninha pra deixar ela cheirosinha pro meu cunhado cheirar e bater varias pra mim.  , eu adoro andar bem a vontade em casa, com shortinhos branquinhos, sem calcinha por baixo, e tops que mostram bastante meu  decote, eu adoro provocar, tem horas que gosto de me sentir vulgar e em outros momentos gosto de seduzir, mas naquele dia eu queria ser bem explicita, e vulgar  uma vadia mesmo

Meu cunhado estava dormindo no colchão do quarto, estávamos sozinhos naquele dia, então resolvi passar minhas mãos por cima  do shorts dele, o pau dele foi ficando bem duro e quando enquanto eu tocava, começou a babar um pouco também, senti que ele já estava meio acordado mas continuava deixando eu brincar, então eu subi em cima dele como se estivesse na posição 69 e continuei a brincar com aquele pau grosso e gostoso, comecei a lamber as bolas e mamar bem gostoso aquele pau, nossa eu amo mamar um pau gostoso, engolir tudo engasgar e deixar bem babadinho.

De repente eu senti algo quente na minha bucetinha , era a língua do meu cunhado eu entao comecei a rebolar com força , bem forte na cara dele , dizendo , vou deixar sua cara com o cheirinho da minha buceta
Meu cunhadinho me colocou no chão de perninhas abertas , fechou minhas pernas pra ver minha bucetinha  fechadinha, minha bucetinha estava depiladinha , dois gominhos rosadinhos molhadinha de tanto tesao, entao ele começou chupar meus pezinhos e brincava com minha xaninha, hummmmm, era tao gostoso aquele homem mais velho me lambendo todinha , ele estava amando pegar a cunhadinha novinha, e putinha.

Entao ele pediu que eu batesse punheta nele com os meus pezinhos, nunca tinha feito aquilo mas adorei experimentar, enquanto eu fazia isso  ele observava meu cuzinho piscando e minha buceta molhada , Então eu fui punhetando ele cada vez mais rápido com os pezinhos, ate que saiu aquele jato quente de porra que melou minha buceta minha barriga , e parte dos meus lábios que fiz questão de  lamber.

Depois daquilo meu cunhadinho sussurrou  no meu ouvido que eu era uma putinha muito gostosa , depois desse dia nos encontramos mais algumas vezes e realizamos alguns  outros fetiches picantes que ele tinha, mas isso fica pra outro conto, naquele dia eu aprendi  que os meus pezinhos , branquinhos e pequenos , poderia ser fetiche de muitos homens, hoje em dia adoro pisar nos caras, deixar eles tirarem minhas meias com a boca, e ter meus pesinhos lambidos. 

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Contos Eróticos - Na piscina em Caldas Novas






Contos Eróticos - Na piscina em Caldas novas 


O conto de hoje faz parte do inicio das minhas férias, eu adoro cidades pequenas e movimentadas para passar alguns dias e descansar um pouco, e dessa vez eu e meus amigos escolhemos caldas novas em Goiás, um lugar quente, com gente bonita e principalmente um lugar onde eu posso colocar um biquíni fio dental bem enfiadinho e me exibir para os homens casados, solteiros e ate mesmo mulheres.

Nos  resolvemos ficar em um hotel que da acesso a alguns clubes, eu adoro pegar uma marquinha de biquíni,  uma pena não poder fazer top less porque fiquei com muita vontade.
Coloquei meu biquíni branquinho, meus óculos de sol e sai andando para conhecer o clube, muito homem casado olhando minha bunda que ainda estava branquinha, com aquele fio dental lá dentro, as bordinhas do meu cuzinho estavam vermelhinhas porque havia dado para um cara com um pau bem grosso dias atrás e ele me deixou muito arrombadinha, quando eu me abaixei para deitar na cadeira de sol eu imaginei o que as pessoas estariam pensando ao meu respeito, “essa vagabunda da o cuzinho, por isso esta com as bordinhas bem fodidas”, e eu não tinha vergonha de esconder isso, pra refrescar meu rabo só uma linguada começando da buceta ate meu cuzinho arrombadinho.

Ao entrar na piscina tinha alguns homens entre 19 e 40 anos aparentemente, piscina cheia e para adultos porque era  bem funda, tinha um rapaz que não saia de perto de mim, ele estava com óculos de mergulho, aparentava ter uns 23 anos e estava mergulhando de um lado para o outro,  quando se aproximava de mim demorava um pouco mais para subir  e pegar ar, logo percebi que ele estava me observando, então eu  que sou bem safada mesmo e assumo , resolvi provocar um pouco, toda vez que ele se aproximava , eu puxava a calcinha de ladinho deixando minha bucetinha a mostra, ou enfiava a calcinha dentro da bucetinha deixando ela engolir todinha, quando ele  se aproximou não parava de olhar e ficava mais tempo no fundo só observando eu brincar com minha calcinha e deixar minha bucetetinha a mostra, então comecei a brincar bem gostoso com minha bucetinha, passando o dedinho mesmo,  isso me deixa com bastante tesão, umas das coisas que me dão bastante prazer e gozar na linguinha daqueles homens que são devoradores de buceta , que amam chupar e mamar um grelinho rosadinho, quando ele voltou a se aproximar, não aguentei de tesão chamei ele com o dedinho em baixo da agua pra ele vim  chupar ela bem gostoso , ele se aproximou abri bem as pernas e pressionei a cabeça dele na minha xota pra aquele filho da puta sentir minha buceta bem gostosa na linguinha dele,  hummmmm senti aquele macho gostoso desesperado chupando minha buceta escorregando a língua bem nervoso,  rápido, passando os lábios beijando,  e ate tentando dedar meu cuzinho ele estava com falta de ar porem com muito tesao o filho da puta aguentava o máximo que podia pra acariciar minha xota com a língua e os lábios dele, , tinha momentos que eu ate ficava de costas pra ele vir passando a língua no meu cuzinho e na minha buceta, na penúltima vez que ele veio ele quis enfiar o dedo no meu cuzinho e brincar nossa sentir aquela dor do dedo dele entrando no cuzinho arrombadinho da foda anterior, mas foi essa dor gostosa que me fez gozar bem gostoso, nessa brincadeirinha gostosa eu consegui gozar bem gostosinho e antes de sair da piscina esperei o cara se aproximar de mim pela ultima vez e toquei no pau dele  estava latejando de tesão , era grosso e estava com a cabecinha saindo pela cueca, quando eu passei o dedinho por cima senti aquela babinha , então eu sussurrei no ouvido dele , um que delicia gatinho esta  com a rola toda babadinha, gostoso, pena que já gozei , então só observa eu saindo da piscina  meu capozinho enxadinho  e meu cuzinho piscando querendo pica.

Foi o que eu fiz sai da piscina piscando o cuzinho  e ajustando minha calcinha na minha bucetinha, e ele olhava pra mim como se eu fosse uma das coisas mais gostosas do mundo , louco pra me fuder, as vezes eu prefiro fazer isso, provocar  ao invés de fazer sexo, sabe porque ? Porque eu sei que esse cara ainda vai bater muita punheta pensando em mim, eu vou ser sempre aquela puta gostosa do clube que ele quis comer, e com certeza vai lembrar de mim em toda piscina que entrar, a piranha de caldas novas da bucetinha rosada e cuzinho arrombadinho